Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa tarde,Gostava de saber a vossa opinião sobre o...

  • Anónimo

    Engraçado, lembro-me de ir ver jogos co Ribeirao e...

  • Anónimo

    És mesmo burro fdp, achas ou alguem acha que o pre...

  • Anónimo

    Mais um camelo a mamar a custa do clube, com o pas...

  • Anónimo

    Engraçado, há tantos problemas com a cidade, mas e...



guimaraes.jpg

 

Na abertura da 2ª volta, o Desportivo volta a jogar em casa, desta vez contra o Vitória SC, e voltamos, quase de certeza, a defrontar uma equipa que não venha encostar o autocarro.

 

 

Este é o jogo ideal para sacar uma vitória mais inesperada, ainda para mais com a defesa do Vitória a ser bem mais frágil que no ano passado. Konan está uma sombra do que foi outrora, enquanto que o centro da defesa é bastante permeável (tanto que os vimaranenses procuram desesperadamente um central). Além, o onze no geral não é assim tão melhor que o do Desportivo, apesar de terem a criatividade de Héldon e, acima de tudo, o génio de Raphinha, que claramente está preparado para dar vôos maiores e com 13 golos já marcados esta temporada mostra-se como um perigo para a baliza do Chaves.

 

No entanto, a falta de soluções dos minhotos só pode benificiar o Desportivo que, entretanto, apresenta-se motivado e com a melhor sequência de resultados da temporada, mas que tem uma falta alarmante de opções para o meio-campo - Filipe Melo e Thiago Galvão continuam lesionados, enquanto que Patrão contraiu um estiramento e não está disponível para o jogo de abertura da 18ª jornada da Liga NOS. Nesse sentido, supreende-me não termos uma surpresa na convocatória, de seu nome Ruca: o jovem flaviense tem estado em destaque nos Bês e já treinou várias vezes com os seniores ao longo da temporada, mas parece que ainda não ganhou a confiança de Luís Castro, que preferiu apenas convocar três médios (Tiba, Bressan e Jefferson) para o embate diante dos vimaranenses.

 

Somando tudo, o Vitória tem mais qualidade individual no ataque que o Desportivo mas(e ao contrário do que aconteceu no jogo da 1ª volta) também tem menos solidez na defesa, como já foi referido. Além disso, o Desportivo de Chaves, enquanto coletivo, está muito mais sólido que grande parte das equipas da Primeira Liga e essa será a sua grande arma mas, acima de tudo, não perdoa quando o adversário comete erros, acima de tudo na defesa e, graças a isso, este parece ser o jogo perfeito para o Chaves conseguir três preciosos pontos antes de se deslocar ao último estádio de um chamado "grande" esta temporada.

 

A jogar em casa apenas conseguimos duas vitórias esta temporada, mas ambas por números bem vistosos (3-0 ao Moreirense e 4-2 contra o Paços) e. curiosamente, contra equipa que não tinham na solidez defensiva o seu forte. Que haja uma surpresa no Municipal e, acima de tudo, uma boa exibição para abrir a 2ª volta da melhor maneira.

 

É tempo de voltar a ganhar em casa e que seja o Vitória SC a nossa vítima!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa tarde,Gostava de saber a vossa opinião sobre o...

  • Anónimo

    Engraçado, lembro-me de ir ver jogos co Ribeirao e...

  • Anónimo

    És mesmo burro fdp, achas ou alguem acha que o pre...

  • Anónimo

    Mais um camelo a mamar a custa do clube, com o pas...

  • Anónimo

    Engraçado, há tantos problemas com a cidade, mas e...